carta goiania

Da união dos plantadores de mogno africano khaya ivorensis nasceu a ABPMA. Reuniram-se e traçaram suas metas sobre o futuro do mogno africano no Brasil e uma delas é tornar o país o maior produtor de florestas plantadas de mogno africano khaya ivorensis, do mundo.

Este incansável trabalho de divulgação da espécie está começando a gerar seus frutos e estimamos que o Brasil já tenha plantados mais de 10.000 hectares, a maioria com idade entre um e sete anos. Portanto dentro de cinco a sete anos daremos início a primeira grande colheita desta árvores.

Pela sua excepcional adaptação ao solo nacional e pelo grande interesse que os brasileiros tem demonstrado em  plantar a espécie, criaremos um ciclo de corteXplantio inesgotável .

A ABPMA veio para agregar todos os plantadores e somar forças para descobrirem um mercado altamente valorizado e para o qual os brasileiros plantadores estão sendo pioneiros. Queremos mostrar aos mercados nacionais e internacionais o potencial do Brasil no fornecimento desta nobre madeira em um breve futuro.